terça-feira, 19 de setembro de 2017

Por que você mente pra você dizendo que não é capaz?

Sabe, tem tanta coisa que eu penso em fazer e vem sempre aquela voz dizendo que "isso não é para você" "Porque vai começar se não vai dar certo?" "Sério? Você já tentou algo parecido antes, por que insistir?" "Você não é capaz de conseguir isso"
E por muito tempo eu me deixei levar por isso e desistia do que queria/sonhava. Mas percebi uma coisa hoje de manhã. Essas questões na minha mente era o medo falando. Medo de dar errado, medo de não conseguir, medo de não ser da forma que eu imaginei, medo, medo, medo.
Não quero mais cair nessa armadilha. Quero enfrentar as coisas e fazer o meu melhor para conquistar meus objetivos. Coisa que o medo me impedia. Porque quando o medo consome sua energia, você não consegue se colocar 100% no que faz. Sempre tem um pedaço de você que está paralisado.
Tenho grandes sonhos e ter coragem para segui-los não vai me garantir conquista-los mas tenho mais chances, certo?
Sei que é difícil mudar a forma que se pensa e que em um primeiro momento vou ter muita dificuldade. Vou querer jogar tudo pro alto. Mas a vida é feita de passos, não é mesmo? E agora eu estou preparada para caminhar nessa direção.
Sei que cada um tem seu tempo e de verdade não lamento o tempo que passou ou o que passei para chegar aqui. Porque pela primeira vez estou realmente feliz com quem eu sou. E sei que não estaria se não tivesse passado por todo esse trajeto. Ainda tenho muito o que melhorar, mas entendi que tudo é um processo.
Eu vou ficar bem.
E você vai ficar bem.




I hope you find a way
To be yourself someday
In weakness or in strength
Change can be amazing
So I pray for the best
I pray for the best for you - The nbhd Honest

(Eu espero que você encontre uma maneira
De ser você mesmo um dia
Na fraqueza ou na força
A mudança pode ser surpreendente
Então eu oro para o melhor
Eu rezo para o melhor para você)







Beijos para quem é de beijos
Abraços para quem é de abraços
Até mais.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

O essencial

Quando a gente lhes fala de um novo amigo, elas jamais se informam do essencial. Não perguntam nunca: "Qual é o som da sua voz? Quais os brinquedos que prefere? Será que coleciona borboletas?" Mas perguntam: "Qual é sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai?" Somente então é que elas julgam conhecê-lo. Se dizemos às pessoas grandes: "Vi uma bela casa de tijolos cor-de-rosa, gerânios na janela, pombas no telhado..." elas não conseguem, de modo nenhum, fazer uma idéia da casa. É preciso dizer-lhes: "Vi uma casa de seiscentos contos". Então elas exclamam: "Que beleza!"

[O Pequeno Principe cap.IV]
Antoine de Saint-Exupéry


Peguei para reler essa semana. Sempre que preciso de um caminho, releio esse livro. Não que ele me traga todas as respostas que preciso. Longe disso, na verdade. Mas ele me traz algo imensamente mais valioso que respostas. Ele me dá calma. É como se retornasse  para casa, sabe? Ele me da a certeza de que ficará tudo bem. E que o mais difícil já foi feito, permanecer com o coração bom.
O livro que eu tenho é bastante velhinho, meu pai comprou muito antes de eu sonhar em nascer. Mas foi o primeiro livro que li na vida. Ele tem até as marcações das palavras que eu precisava procurar no dicionário. Eu marcava de lápis bemmm fraquinho, mas ainda estão lá.
Também estão lá todas as marcas das minhas releituras. As vezes que lia para a minha irmã. Vantagem de ser mais velha 5 anos e já ser alfabetizada, pude ler infinitas vezes e observar a carinha de alegria dela em todas.
Também está lá o meu sentimento de conforto e quem eu quero ser um dia. Ainda não sei explicar em palavras, mas o sentimento me enche o peito e eu sei que estou perto.
Alguns podem dizer que é só um livro. Outros podem dizer que é superestimado. Outros que sentem algo assim pelo livro x ou y. Eu digo que é um sentimento. O sentimento de paz que eu procuro quando a mente não suporta.






Beijos para quem é de beijos
Abraços para quem é de abraços
Até.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

30 antes dos 30

Não é que os 30 estão chegando? Juro que me surpreendi. Eu sempre tive como marco os 27 que já passaram mas não vou mentir e dizer que os 30 não me assustam. Três décadas não é pouca coisa.
Pensando nisso, resolvi fazer o desafio dos 30 antes dos 30. Yeeeeyyyyy Tenho menos de 1 ano e meio para cumprir essas metas. Medo define.
Vamos a lista:

Escrita e blog
1) Escrever um conto por mês
2) Participar do Beda
3) Participar do Nanowrimo
4) Participar de blogagens coletivas
5) Participar de um concurso literário
6) Enviar um conto para uma revista literária
7) Publicar um livro
8) Ter domínio próprio
9) Ao menos um post por semana no blog
10) Participar de um prêmio amazon

Pessoal e profissional
11) Fazer minhas unhas com frequência
12) Meditar (10/2017)
13) Criar um Bujo (11/2017)
14) Almoçar todos os dias
15) Aprender a fazer algum trabalho artesanal (Em processo)
16) Começar uma graduação
17) Começar a aprender Inglês (Em processo)
18) Montar um negócio próprio (Em processo)

Leitura
19) Um livro em inglês
20) Um livro de poesia
21) Os miseráveis (3 livros)
22) Coleção Cassandra Clare (tenho 9 livros)
23) Coleção Neil Gaiman (tenho 3 livros)
24) Game of trones
25) box estratégias (3 livros)
26) brumas de Avalon (releitura)
27) Olhai os lírios do campo (releitura)
28) A noite
29) O sol é para todos (releitura)
30) O cortiço (releitura)

Vamos torcer para essa lista ficar toda riscada.
Beijo pra quem é de beijo
Abraço pra quem é de abraço.
Até.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Coisas para fazer em um bad day

Dias ruins todos nós temos. Mas estou tentando colocar o devido peso as coisas. Muitas vezes me pego estressada com troços tão bestas. Acho que isso acaba com a qualidade dos meus dias.
Por isso resolvi fazer uma lista amo listas de coisas que vão me ajudar e espero que te ajude a evitar essas pequenas armadilhas.

 
1) Não estalar a língua.
Sabe quando pequenas coisinhas acontecem e a gente faz aquele barulhinho? Então, pode não parecer mas isso acaba aumentando nossa irritação. Algo acontece a gente faz o barulhinho, ficamos um cadinho mais irritadas que antes, acontece algo em seguida, a gente faz um barulhinho de novo... Quando a gente vê já está resmungando sobre coisas de 10 anos atrás.
 
2) Respirar fundo
Algumas vezes tudo que precisamos é respirar fundo e ficar em silêncio um pouquinho.

3) Escutar músicas animadas
Nossa, isso é um troço que funciona. Sério. Se está na bad, ao invés de voltar a escutar as sad songs da adolescência baseado em fatos reais lembra da música mais animada que você conhece e coloca para escutar.

4) Diminuir a procrastinação
As vezes a gente fica triste só porque não sente que está fazendo as coisas que deveria. Quando a lista de tarefa fica imensa e não fizemos nada do que esperavamos.
Não sou doida de dizer que pretendo parar de procrastinar. Oi Netflix. Enquanto existir o ser humano existirá a procrastinação. Masssss... A gente pode tentar diminuir não é mesmo?

5) Pensar no meu objetivo maior
Isso eu gostei bastante. Principalmente para aquelas tarefinhas chatas do cotidiano.

6) Sorrir de verdade
Quando a gente está triste vai parecer bobo? Vai. Vai parecer falso? Vai também. Mas garanto que em pouquinho tempo você vai estar rindo da forma que você estava rindo antes (oi?) E aquela irritação vai diminuir e quem sabe até sumir.

7) Escutar realmente o que a pessoa está me falando
Isso é um problema para mim. Eu fico nessa de tentar adivinhar o que a pessoa está querendo dizer. Então existe duas conversar: Eu + pessoa e Eu + eu mesma. Só pode dar confusão né?

8) Diminuir as redes sociais
Então, eu gosto muito de algumas redes sociais. Mas percebi que estão me fazendo um pouco de mal. Não em relação a comparação como a maioria das pessoas fala. Mas é que o ambiente está meio baixo astral pra mim. Parece que só tem treta. Estou tentando diminuir e direcionar quais os "lugares que frequento" nesse mundão chamado internet.

9)Não prestar atenção na "auto-ofensa"
Preciso explicar essa? Acho que todo mundo sofre com isso. Sad but true.


Por fim gostaria de dizer que o meu intuito, com esse texto, é só diminuir aqueles pequenos estresses dos dias. E se consegui te ajudar já estou feliz. Quais são suas táticas para diminuir as irritações dos dias? Conta pra mim, vou amar saber.
 




 
Beijos pra quem é de beijos.
Abraço para quem é de abraços.

Como anda o 30 antes dos 30

Acredita que já faz 2 meses que postei  essa lista linda aqui no blog? Muito louco isso. Eu jurava que não tinha feito nada dessa lista, m...